A Limpeza (2013)

N/C

19m 31s

Curta-metragem  

Realização:  ·  Manuel Graça Dias

Argumento:  ·  Manuel Graça Dias

Entre 1969 e 1974, Manuel Vicente desenhou e construiu uma casa em Cascais para a família Weinstein. A Casa Weinstein assume-se, face à rua, como uma quase cega parede forrada a pedra de onde emerge uma abstracta bow window que, com o átrio refundado da entrada, introduz uma mancha colorida e misteriosa a meio da composição. É para o interior do (pequeno) terreno que a casa se abre, ao longo de um "L", relacionando-se mais privadamente com o jardim. A sua compartimentação, paradoxalmente 'formal' mas pouco convencional, remete-nos, quase só num único piso (o superior), para uma estratégia de espaços labirínticos requintadamente iluminados.

A curta metragem "A Limpeza" introduz-nos neste ambiente, fazendo-nos seguir os movimentos de uma jovem empregada (Joana Manaças) com uma noção muito própria do serviço doméstico e que, na ausência da autoritária patroa (Teresa Gafeira), vai percorrendo os cantos à casa com especial determinação. "E, sobretudo, não deixa nenhuma porta ou janela aberta! Anda por aí muita malandragem e 'isto' parece a casa das mil janelas!", recomenda-lhe a patroa antes de partir para fim de semana. Joana, contudo abre toda a relação da casa com o jardim e com os pátios, seguida de perto pelo olhar de um jardineiro um pouco 'voyeur', o qual, já no fim do filme, sofrerá uma enorme decepção.

[Between 1969 and 1974, Manuel Vicente designed and built a house in Cascais, for the Weinstein family. From the street, The Weinstein House is an almost blind façade, covered in stone, from which an abstract bow window protrudes. This window, along with the house’s deep-set entrance, adds a central touch of colour and mystery to the composition. Shaped as an “L”, the house opens to a small backyard, thus creating a more private dialogue with the garden. The formal, yet paradoxically unconventional, plan of the house keeps us almost exclusively in the upper level, an exquisitely lit mazelike space.

This is the setting for the short film “A Limpeza”, in which we follow the movements of a young maid (Joana Manaças) with a very particular notion of her housework duties. In the absence of her authoritarian mistress (Teresa Gafeira), she manoeuvres around the house with a specific aim. Before leaving for the weekend, the mistress warns her: “And above all, do not leave any doors or windows open! There seems to be an awful amount of hoodlums hanging around these days, and this is like the house of the thousand windows!” Joana, however, opens the whole house to the garden and patios, while being closely watched by a quite voyeuristic gardener, who is bound for a major disappointment at the end of the film.]

Mais informações: Website externo

Videos [#1]:
  • [Trailer]
Equipa

Estreias [#1]:
  • 2013-09-12 | Cinema Nun'Álvares, Porto | Ante-Estreia

Dados Técnicos:
Cor | 16:9 |

  • 201709111039_cinept_licenciatura_em_cinema_260_260
  • PUB